Mercado do Boi: Divergência de valores gera oscilações no mercado


Após quase atingir R$ 160 em abril, o Indicador do boi gordo ESALQ/BM&FBovespa vem oscilando e começou a perder força neste segundo semestre. Na terça-feira, 23, o Indicador caiu para um dos menores patamares do ano: R$ 147,85 por arroba, recuperando-se já na quarta, 24, quando fechou a R$ 150,00. Ainda que o movimento em agosto seja de baixa, observa-se uma grande variação entre os valores negociados, refletindo as diferentes características dos negócios e das condições dos operadores. Segundo pesquisadores do Cepea, a pressão sobre as cotações da arroba vem, dentre outros fatores, das escalas de abate já preenchidas com animais adquiridos antecipadamente e das condições pouco favoráveis da engorda fora do confinamento. Não tem sido incomum, no entanto, que negócios ocorram a valores consideravelmente acima da média, nestes casos, devido ao tamanho do lote ou da especificação do produto. No correr de agosto, especificamente, o Cepea verifica que muitos operadores têm participado pontualmente do mercado, o que resulta em maior variabilidade da amostra e, consequentemente, em oscilações do Indicador.

Fonte: Cepea


voltar